Site Map
  Home Home Forum Forum Mi cuenta Mi cuenta Participe Participe Contactos Contactos
Rutas Turísticas
www.rutas-turisticas.com

Participe
Cuéntanos acerca de los destinos de vacaciones que ha visitado. Clique aqui.
Destinos de vacaciones
Portugal
Vacaciones e información: Portugal

Portugal qué hacer, qué visitar, dónde ir, dónde comer, reserva de hoteles, los aeropuertos más cercanos, fotos, información general, consejos, etc.
Clasificación global
47 Puntos
5 votaciónes

Clima
Excelente 4.20
Higiene
Muy bueno 3.60
Precio
Caro 3.20
Hospitalidad
Excelente 4.40
Animación
Muy bueno 3.40
Gastronomía
Excelente 5.00
Seguridad
Muy bueno 3.60
Servicios De Transporte
Bueno 3.00
Compras
Muy bueno 3.20
Excursiones locales
Excelente 4.20
Cultura, monumentos
Excelente 4.60
Da también tu opinión sobre Portugal
Hoteles en Portugal
Reserva tu hotel para Portugal
 
Charming Hotels - Quinta do Monte Panoramic Gardens
Funchal
   
Charming Hotels - Quinta do Estreito Vintage House
Estreito de Câmara de Lobos
   
Charming Hotels - Quinta das Vistas Palace Gardens
Funchal
   
Eurostars Das Letras
Lisbon
 
 
Pestana Carlton Madeira Ocean Resort Hotel
Funchal
   
Algarve Casino Hotel
Portimão
   
Porto Palacio Congress Hotel & Spa - The Leading Hotels of the World
Porto
   
Vilalara Thalassa Resort
Armação de Pêra
 
 
Vintage House Hotel
Pinhão
   
Hotel Real Palacio
Lisbon
   
Sofitel Lisbon Liberdade
Lisbon
   
Suites Alba Resort & Spa
Carvoeiro
 
 
Convento do Espinheiro - A Luxury Collection Hotel & SPA
Évora
   
Four Seasons Hotel Ritz Lisbon
Lisbon
   
Fontecruz Lisboa, Autograph Collection
Lisbon
   
Dolce CampoReal Lisboa Residences
Torres Vedras
 
 
Hotel Quinta da Marinha Resort
Cascais
   
Onyria Marinha Edition Hotel & Thalasso
Cascais
   
Evolutee Hotel
Óbidos
   
Monchique Wellness Resort
Monchique
 
 
Dona Filipa Hotel
Vale do Lobo
   
Sheraton Porto Hotel & Spa
Porto
   
Penina Hotel & Golf Resort
Portimão
   
Real Marina Hotel & Spa
Olhão
 
 
Enotel Lido Madeira - All Inclusive
Funchal
   
Valverde Hotel
Lisbon
   
Tivoli Marina Vilamoura
Vilamoura
   
Tivoli Lisboa
Lisbon
 
 
The Vine Hotel
Funchal
   
Senhora da Guia Cascais Boutique Hotel
Cascais
   
Quinta Jardins do Lago
Funchal
   
Dom Pedro Palace
Lisbon
 
 
Grande Real Villa Italia
Cascais
   
Olissippo Lapa Palace
Lisbon
   
Agua Hotels Douro Scala
Mesão Frio
   
Royal Savoy
Funchal
 
 
Hotel Infante De Sagres - Small Luxury Hotels of the World
Porto
   
Oura View Beach Club
Albufeira
   
Quinta da Bela Vista
Funchal
   
Vale D'oliveiras Quinta Resort And Spa
Carvoeiro
 
 
Viva Marinha Hotel & Suites
Cascais
   
Pestana Vila Sol Golf & Resort Hotel
Vilamoura
   
Pestana Alvor Praia Beach & Golf Hotel
Alvor
   
Quinta do Lorde Resort - Hotel - Marina
Machico
 
 
The Lake Resort
Vilamoura
   
Torre de Palma, Wine Hotel
Monforte
   
Melia Madeira Mare
Funchal
   
Ria Park Hotel & Spa
Vale do Lobo
 
 
Alentejo Marmoris Hotel & SPA
Vila Viçosa
   
Hotel Apartamento Forte Do Vale
Albufeira
   
Grande Real Santa Eulalia Resort & Hotel Spa
Albufeira
   
Sao Rafael Suite Hotel - All Inclusive
Albufeira
 
 
InterContinental Porto - Palacio das Cardosas
Porto
   
Douro Royal Valley Hotel & Spa
Baião
   
Quinta Velha das Amoreiras
Vila Franca do Campo
   
The Residences at Victoria
Vilamoura
 
 
Quinta da Casa Branca
Funchal
   
Quintinha Sao Joao
Funchal
   
Montebelo Viseu Hotel & Spa
Viseu
   
Cascade Wellness & Lifestyle Resort
Lagos
 
 
Hotel Cascais Miragem
Cascais
   
Salgados Grande Hotel
Albufeira
   
Salgados Dunas Suites Hotel
Albufeira
   
Dolce CampoReal Lisboa
Turcifal
 
 
Farol Design Hotel
Cascais
   
MYRIAD by SANA Hotels
Lisbon
   
Vila Vita Parc Resort & Spa
Armação de Pêra
   
Monte Da Quinta Resort
Quinta do Lago
 
 
Hotel Avenida Palace
Lisbon
   
Pousada de Cascais - Cidadela Historic Hotel & Art District
Cascais
   
Hotel Fortaleza do Guincho
Cascais
   
Bairro Alto Hotel
Lisbon
 
 
Hotel Quinta da Serra
Estreito de Câmara de Lobos
   
Madeira Regency Palace
Funchal
   
The Yeatman
Vila Nova de Gaia
   
Monchique Residences
Monchique
 
 
The Cliff Bay (Porto Bay)
Funchal
   
Vintage Lisboa Hotel
Lisbon
   
Melia Braga Hotel & Spa
Braga
   
Corinthia Hotel Lisbon
Lisbon
 
 
Conrad Algarve
Quinta do Lago
   
Martinhal Beach Resort & Hotel
Sagres
   
Hotel Albatroz Madeira
Santa Cruz
   
Hotel Solverde Spa and Wellness Centre
Espinho
 

Aeropuertos cercanos a Portugal a una distancia máxima de 250 Km del centro de Portugal
CBP - Coimbra 86.62 Km del centro de Portugal - Aeropuerto Regional
LIS - Portela, Lisboa 105.50 Km del centro de Portugal - Aeropuerto internacional
COV - Covilha 114.90 Km del centro de Portugal - Aeropuerto Regional
BJZ - Badajoz 133.43 Km del centro de Portugal - Aeropuerto internacional
LPBJ - Beja 149.34 Km del centro de Portugal - Aeropuerto internacional
VSE - Viseu 149.91 Km del centro de Portugal - Aeropuerto Regional
OPO - Francisco Sá Carneiro, Porto 207.64 Km del centro de Portugal - Aeropuerto internacional
VRL - Vila Real 212.44 Km del centro de Portugal - Aeropuerto Regional
BGZ - Braga Airport 243.70 Km del centro de Portugal - Aeropuerto Regional

Información general sobre Portugal
Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no Sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de 92 090 km²,sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino era Portus Cale.

O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense, primeiro como parte do Reino da Galiza e depois integrado no Reino de Leão. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa.Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da história14 e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia.

Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar graças a um levantamento em 28 de Maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de Abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique.
Fuente: wikipedia
Lingua Oficial
Português
 
Moeda
Euro
 
Documentação
A documentação necessária para viajar para Portugal varia de acordo com o país de origem.
Para os cidadãos da União Europeia, e alguns outros, basta ter um passaporte válido ou cartão de identidade com fotografia.
Sendo originário de outro país que não os acima descriminados, a estadia máxima em Portugal é de 90 dias.
Existem países cujos cidadãos são obrigados a ter um visto turístico válido para poder entrar em Portugal.
Os cidadãos desses países também podem viajar para Portugal, se tiverem uma autorização de residência ou de um visto de longa duração emitido por outro país da União Europeia (com a excepção do Reino Unido, Irlanda, Roménia, Bulgária e Chipre), Suíça, Noruega, Islândia e Lichtenstein.
Os cidadãos de todos os outros países devem estar na posse de documentos que justifiquem o objectivo e as condições da sua estadia, assim como de recursos económicos suficientes para a sua estadia ao longo do período que pretendem permanecer em Portugal.
Os documentos que são necessários para apresentar variam de acordo com o motivo da viagem.
Tendo em conta as várias condições necessárias para a entrada em Portugal, sugere-se que se contacte com a Embaixada ou Consulado Português no país de residência do visitante, para verificar estes requisitos antes de iniciar sua viagem.
 
Turismo
De acordo com a Organização Mundial do Turismo, segundo dados de 2006, Portugal é um dos 20 maiores destinos do mundo. Em 2007, mais de 12 milhões de turistas visitaram Portugal. Curiosamente, um valor superior à população residente no país. Portugal é amplamente reconhecido na Europa pelo sol, praias, gastronomia e herança cultural e patrimonial.

O país afirma-se cada vez mais no contexto mundial como um dos principais destinos para os praticantes de golfe, com os seus resorts e aldeias turísticas.

Segmentos do turismo em Portugal
Turismo de sol e praia - este tipo de turismo insere-se no Turismo de Lazer/descanso em destinos de praia que excluem, no entanto, os desportos aquáticos. Os consumidores são, na Europa, maioritariamente famílias e casais em lua-de-mel;

Turismo residencial - relativamente a este tipo de turismo, pode-se definir como a escolha de um turista em adquirir uma segunda ou terceira habitação num outro destino fora da sua residência habitual. Por norma, este tipo de Turismo é praticado por um consumidor com um elevado rendimento e um elevado nível social e cultural;

Turismo de desporto - este tipo de turismo é definido pela OMT como “a participação activa ou passiva num desporto competitivo ou recreativo”. Quando um turista escolhe este tipo de Turismo, a sua motivação principal é a qualidade que o destino escolhido tem para a prática de actividades desportivas. Estas actividades podem ser: golfe, desportos náuticos, caminhada, ténis, caça e pesca, desportos aquáticos e subaquáticos e desportos de Inverno. O tipo de consumidor vai depender do tipo de desporto que pratica mas, na maioria, são turistas com elevado rendimento;

Turismo de negócios - o objectivo principal deste turista é participar numa conferência ou reunião, que constitui uma parte do que hoje se designa por segmento MICE (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions). Os turistas que fazem este tipo de viagens têm, geralmente, elevados níveis educacionais/culturais e elevado rendimento também;

Turismo urbano - estas viagens são feitas a locais ou cidades de grande densidade populacional, sendo a duração destas viagens, em geral, curta. Os consumidores podem ser diversos: os DINKS, que são atraídos pelas vistas e vida nocturna e as famílias pelas atracções das cidades;

Turismo cultural - O termo Turismo Cultural designa uma modalidade de turismo cuja motivação do deslocamento se dá com o objectivo de encontros artísticos, científicos, de formação e de informação. O tipo de consumidor é um turista de elevado rendimento e de elevado nível educacional, com idades compreendidas entre os 45 e os 60 anos;

Turismo rural - Este tipo de turismo é uma modalidade que tem por objectivo apresentar como atracção as plantações e culturas em áreas onde as mesmas, porventura, sirvam de referência internacional no chamado agronegócio. O consumidor deste tipo de turismo tem um elevado nível cultural e educacional, pertencendo às classes média e alta;

Ecoturismo e natureza - O ecoturismo é uma forma de turismo voltada para a apreciação de ecossistemas no seu estado natural, com a sua vida selvagem e a sua população nativa intactos. Não há um consumidor especifico para este tipo de turismo;

Turismo de aventura - este tipo de turismo é definido como a participação dos turistas em actividades que envolvem, geralmente, esforço físico. Para este tipo de turismo, o consumidor tem que ter um elevado rendimento, pois estas actividades exigem uma grande quantidade de dinheiro;

Turismo de saúde - pode ser definido como o conjunto de deslocações a locais orientados para o bem-estar físico e emocional que o turista necessita. Os frequentadores tradicionais são Seniores, de baixo nível económico e cultural;

Turismo religioso- neste tipo de turismo, as motivações são a fé, o culto e a visita a lugares directamente relacionados ou espirituais. Os consumidores são de todas as idades, sexo e de todas as classes socioeconómicas;

Turismo temático - compreende deslocações a parques temáticos ou outro tipo de atracções relacionadas com divertimentos e experiências. Os consumidores são geralmente famílias com filhos com idades compreendidas entre os 5 e os 15 anos, grupos e também casais sem filhos;

Cruzeiros - este tipo de turismo refere-se a viagens feitas em navios de cruzeiro, com propósitos de lazer, em geral, no mar. Os consumidores podem ser famílias e seniores.

Principais destinos
O Algarve, é um dos destinos turísticos preferidos dos europeus. O clima e a temperatura da água são os principais factores que contribuem para o grande crescimento do turismo nesta região. A maior densidade populacional e de turismo da região concentra-se na costa, mas os antepassados que preenchem uma rica história, assim como belas paisagens no seu interior, também atrai bastante turismo, em locais como na cidade de Silves, São Bartolomeu de Messines, Alcoutim, Monchique, entre outros.Fátima é um destino de turismo religioso conhecido em todo o mundo por no Santuário de Fátima ter aparecido Nossa Senhora e ser motivo de visitas papais e ainda ter muitos museus e grutas.

Por seu lado, Lisboa, atrai turistas quer pela sua História, quer pela sua contemporaneidade, quer pelos seus monumentos (Aqueduto das Águas Livres, a Sé Catedral, a Baixa Pombalina, a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, Castelo de S. Jorge, o Oceanário de Lisboa). Capital Europeia da Cultura em 1994, acolheu a Exposição Mundial de 1998, e vários jogos do Euro 2004. Cidade rica em museus, Museu de Arte Antiga, Museu dos Coches, Museu do Azulejo, entre outros.

O Porto é uma cidade com um lugar de relevo no panorama cultural do País e da Europa, principalmente devido ao surgimento de cruzeiros no Rio Douro, e à popularização das visitas às caves de fermentação do Vinho do Porto. Foi Capital Europeia da Cultura em 2001. A Fundação de Serralves e a Casa da Música são dois pontos de visita obrigatória, assim como a Torre dos Clérigos (tornada ex-libris da cidade) e a Sé. De destacar ainda o Teatro Nacional S. João, os Jardins do Palácio de Cristal, a Ponte D. Luís e toda a zona do centro histórico.

A ilha da Madeira, com a sua floresta laurissilva, classificada de Património da Humanidade pela UNESCO, é um pólo de interesse turístico pelo seu clima ameno, pelas paisagens exuberantes e pela sua gastronomia. Na passagem de ano ocorre o mais belo fogo de artifício da Europa, sendo que nessa data diversos Cruzeiros atracam, ou fazem escala, na baía do Funchal para que os turístas possam contemplar tal beleza.

A Península de Setúbal, na Margem Sul do Tejo, tem das mais variadas características naturais e culturais destacando-se a Serra da Arrábida,a praia de Sesimbra, a Baía Natural do Seixal, as salinas de Alcochete, os Moinhos de Maré, as embarcações típicas do Rio Tejo e Rio Sado, as antigas vilas piscatórias e toda a fauna e flora ribeirinha, o Estuário do Sado e os seus Golfinhos.

Na lista do Património Mundial encontram-se os centros históricos do Porto, Angra do Heroísmo, Guimarães, Elvas, Coimbra, Évora e Sintra, bem como monumentos em Lisboa, Alcobaça, Batalha, Coimbra e Tomar, as gravuras paleolíticas ao longo do Rio Côa, a floresta laurissilva da Ilha da Madeira, e as paisagens vitivinícolas da Ilha do Pico e do Rio Douro.

Portugal é também um país onde se pratica, além de muitos outros desportos, o surf. Entre as melhores praias para o desenvolvimento dessa prática desportiva estão Peniche, Ericeira, Cabedelo (Viana do Castelo), Aguçadoura (Póvoa de Varzim) e Canal das Barcas/ Malhão (Vila Nova de Milfontes).1 A ilha da Madeira e o Algarve também são locais de eleição por turistas estrangeiros e nacionais para a prática de golfe.

Em termos de turismo religioso, os pontos turísticos mais atractivos são o Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, a Cidade dos Arcebispos ou Roma portuguesa (Braga), o Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, Mosteiro dos Jerónimos e Cristo-Rei.

Outras importantes atracções turísticas portuguesas são as cidades de Braga (Sé de Braga, Santuário do Sameiro, Santuário do Bom Jesus do Monte e Falperra), Bragança (Centro Histórico, Castelo e Teatro Municipal), Chaves (Centro Histórico e Termas), Aveiro (Arte Nova, Centro histórico com os seus canais fazendo lembrar Veneza, a Ria de Aveiro e a Reserva Natural das Dunas de São Jacinto), Coimbra (Universidade, Judiaria, Portugal dos Pequenitos, Alta, Baixa, Sé Nova e Velha, Mosteiro de Santa Cruz) e Vila Real (Palácio de Mateus e Teatro Municipal), Santarém (a Capital do Gótico), Elvas (Castelo de Elvas, Aqueduto da Amoreira, Forte de Santa Luzia, Centro Histórico de Elvas, Santuário do Senhor Jesus da Piedade e Sé de Elvas), Évora (Centro Histórico e Templo de Diana), Vila Viçosa (Paço Ducal de Vila Viçosa, Castelo de Vila Viçosa, Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa e Centro Histórico), Viana do Castelo (Palácio da Brejoeira, Igreja de Santa Luzia, Centro Histórico e romaria). A serra da Serra da Estrela, a serra do Gerês, Caramulo e Lousã, são também pontos muito procurados por quem se interessa por turismo rural, longe dos grandes centros.
Fuente: wikipedia
Gastronomia
A culinária portuguesa, ainda que esteja restrita a um espaço geográfico relativamente pequeno, mostra influências mediterrânicas (incluindo-se na chamada “dieta mediterrânica”) e também atlânticas, como é visível na quantidade de peixe consumida tradicionalmente. Muito mudou desde que Estrabão se referiu aos Lusitanos como um povo que se alimentava de bolotas. A base da gastronomia mediterrânica, assente na trilogia do pão, vinho e azeite, repete-se em todo o território nacional, acrescentando-se-lhe os produtos hortícolas, como em variadas sopas, e os frutos frescos. A carne e as vísceras, principalmente de porco, compõem também um conjunto de pratos e petiscos regionais, onde sobressaem os presuntos e os enchidos. Com o advento das descobertas marítimas, a culinária portuguesa rapidamente integrou o uso, por vezes quase excessivo, de especiarias e do açúcar, além de outros produtos, como o feijão e a batata, que foram adoptados como produtos essenciais. Note-se que a variedade de pratos regionais se verifica mesmo em áreas restritas. Duas cidades vizinhas podem apresentar, sob o mesmo nome, pratos que podem diferir bastante na forma de confecção, ainda que partilhem a mesma receita de base. As generalizações nem sempre estão correctas: as diversas culinárias regionais variam muito na mesma região.

A dieta mediterrânica
Após o 25 de Abril de 1974, alguns nutricionistas portugueses resolveram criar um esquema que resumisse as virtudes nutricionais da tradicional dieta mediterrânica. Elaborou-se uma nova versão deste esquema, a Roda dos Alimentos que mantinha, contudo, a proporção e variedade de alimentos conotados com este tipo de alimentação.
Com a adopção em Portugal da nova pirâmide dos alimentos, divulgada pela Organização Mundial da Saúde, a chamada dieta mediterrânica ganha ainda mais destaque. Estudos diversos parecem indicar que Portugal é o país "mediterrânico" que menos alterou os seus hábitos alimentares tradicionais.

O pão
O pão é, sem dúvida, um dos alimentos base da alimentação portuguesa. Existe em diversas formas ao longo do território nacional, não se limitando ao pão de trigo, de que o pão alentejano é talvez o mais representativo, existindo também a broa de milho, típica do Norte de Portugal, ainda que apreciada em todo o país, o pão de centeio (por exemplo, da Serra da Estrela), etc. O pão alentejano, geralmente de grandes dimensões (pão de quilo) e com miolo compacto, é pensado para durar mais do que um dia (algumas variedades são ainda mais apreciadas no dia seguinte à cozedura) e é utilizado em diversos pratos como as açordas e as migas à alentejana.
Fora do Alentejo, continua a utilizar-se pão para outros pratos, como o torricado (um pão grande, torrado com azeite e que é servido como acompanhamento, próprio do centro do país), o bacalhau espiritual, diversos ensopados e, entre os doces, as rabanadas ou fatias-paridas, os mexidos, etc. Note-se que o doce de Évora designado como pão de rala não leva pão na sua confecção.
No norte de Portugal, junto ao Porto, é célebre a designada vulgarmente "broa de Avintes". Existem outras espécies de pão, como a fogaça, a rosca (o pão vulgarmente utilizado no norte, ao Domingo, dia em que o padeiro não vai levar o pão a casa), as “caralhotas” de Almeirim (pães redondos e de tamanho médio, especialmente apreciados quando acabados de sair do forno), o pão-com-chouriço (frequente em feiras e festas, onde é consumido quente, cozendo no forno com o chouriço já no seu interior), os folares (próprios da Páscoa) e outros. No norte de Portugal, há ainda a referir as "bolas" (lê-se "bôlas") que tanto podem significar grandes pães com carne misturada (em Trás-os-Montes) ou pães baixos, redondos e compactos servidos com sardinhas ou carne (como acontece em algumas partes do Minho). Um exemplo dessas "bôlas" é o Folar de Chaves.

O azeite
O azeite é o alimento indicado para a dieta dos Portugueses, principalmente utilizado como condimento nas sopas de legumes, nas migas à moda da beira (em que se misturam feijões, couve e pão de milho), no bacalhau assado, onde é acompanhado com bastante alho, etc. Mesmo na doçaria, o azeite também se faz presente, como em alguns bolos, principalmente alentejanos, mas também em diversas "broas de azeite". As batatas cozidas, servidas juntamente com diversos pratos, como peixes grelhados, são geralmente regadas com azeite, um golpe de vinagre, salsa e cebola picada.
Grande parte dos pratos começam por ser preparados a partir de um refogado de cebola e/ou alho, mais ou menos puxado (mais ou menos escuro), em azeite.
O vinho
Portugal orgulha-se especialmente dos seus vinhos que também apresentam uma variedade impressionante, consoante a região onde são produzidos. Os vinhos generosos, de alto teor alcoólico e sabor geralmente doce (mas nem sempre) incluem o inevitável vinho do Porto, o vinho da Madeira, o vinho de Carcavelos, o moscatel de Setúbal, entre outras variedades, como os vinhos “abafados”, em que o mosto não chega a fermentar porque é diluído em aguardente.
As regiões produtoras de vinho mais afamadas são, sem dúvida, o Alentejo e o Douro, ainda que mereçam referência outras regiões: Dão, Terras do Sado, Bairrada, Bucelas, etc.
No Minho existe a região demarcada do vinho verde, que se bebe jovem e fresco. Ao contrário do que muitas pessoas pensam (mesmo alguns portugueses), o vinho verde não é um tipo específico de vinho branco. De facto, existe vinho verde tinto (o que é, aliás, mais consumido no Minho), vinho verde rosado e vinho verde branco.

Sopas e cozidos
Os produtos hortícolas são muito utilizados para diversos fins: saladas, sopas de legumes, cozidos, etc. São frequentes as sopas frias, como o gaspacho, no Alentejo, as “picadas” (pepino picado com água fria, sal, vinagre e azeite), além de diversas sopas de legumes. Estas costumam resultar da adição de legumes (nabiças, couve, espinafres, etc) a uma base de puré mais ou menos espesso (consoante os gostos) de batata, cenoura e, eventualmente, cebola. O caldo verde, composto por puré de batata e couve-galega cortada em tiras muito finas é talvez a mais famosa das sopas portuguesas. No norte de Portugal é comum acompanhar o caldo verde com rodelas de chouriço. Note-se que na região do Alentejo dá-se outro significado à palavra “sopas” que são, nessa acepção, semelhantes às açordas – pedaços de pão num meio líquido aromatizado, que acompanha outros ingredientes, geralmente ovos, carne, ou peixe.
O cozido à portuguesa, considerado por muitos como o prato nacional, é composto por uma grande diversidade de ingredientes cozidos em água abundante – as receitas variam muito de local para local, havendo muitas que reclamam ser mais legítimas que outras. Contudo, é costume referir como ingredientes mais utilizados as diversas qualidades de couve (couve-galega, couve-lombarda, tronchuda, etc), batatas, feijão, cabeças de nabo, cenoura, enchidos (chouriço, farinheira, moura, etc), outras carnes, geralmente de porco, e, por vezes, adições de carnes de frango ou galinha.
As saladas mais confecionadas são as de alface e de tomate. É curioso notar que existe, em algumas regiões do país, uma certa confusão na linguagem popular entre os termos que designam alface e salada, como se ambos se referissem à mesma coisa. A salada de tomate costuma ser aromatizada com orégãos.
Enchidos
Alguns produtos e enchidos portugueses fazem parte de uma lista restrita que a Comissão Europeia atribuiu a menção de Denominação de Origem Protegida nomeadamente, para a zona de Estremoz e Borba, tais como, a Paia de Toucinho, o Chouriço de Carne, a Paia de Lombo, a Morcela,os Maranhos, o Chouriço grosso.
No Nordeste de Portugal, a criatividade popular permitiu a confecção de enchidos à base de pão e carne de galinha, denominadas alheiras. Foram criadas como forma de reacção por parte dos judeus Portugueses no século XVI, ao dilema de não lhes ser permitido comer carne de porco por motivos religiosos e o imperativo de dar entender que se tinham convertido ao cristianismo.
Temperos
Em termos gerais, é no sul que se usam mais as ervas aromáticas. Enquanto que no norte de Portugal se usa quase exclusivamente a salsa, o louro, a cebola e o alho, no sul, especialmente no Alentejo, utilizam-se os coentros, as mentas (hortelã, poejo, etc), os orégãos, o alecrim, etc. Desde que Vasco da Gama descobriu o caminho marítimo para a Índia que os Portugueses utilizam a pimenta (designada no Brasil como pimenta-do-reino), a noz-moscada, o cravinho-da-índia, o açafrão, etc. A doçaria regional faz uso abundante da canela.

Peixe e marisco
É obrigatória a referência ao peixe consumido tradicionalmente em Portugal. Além da célebre sardinha portuguesa, o bacalhau, pescado em águas mais frias e afastadas, são os peixes mais usados pela cozinha lusitana. Não nos podemos esquecer, contudo, da grande variedade de mariscos, sem ser de viveiro, como o berbigão, o mexilhão, as conquilhas, etc. As amêijoas são utilizadas não só como principal iguaria, ao natural ou à Bulhão Pato, mas também a acompanhar outras, como na carne de porco à alentejana. Existe ainda uma grande variedade de receitas de açordas e feijoadas de marisco.
Doçaria
A doçaria portuguesa tem grande parte da sua origem nos conventos e mosteiros portugueses no século XVI. O uso abundante de gemas de ovos em muitas destas especialidades está relacionado com o uso das claras de ovos nos conventos. As claras de ovos para a confecção de hóstias, para manterem seus hábitos (vestuário das religiosas) sempre engomados, e para a clarificação dos vinhos. Para não desperdiçarem as gemas e com o açúcar vindo do Novo Mundo, os frades e, principalmente, as freiras de Portugal aperfeiçoaram as receitas ancestrais. A criatividade conventual extravasava em doces ricos em açúcar, em gemas de ovos, em frutos secos e em amêndoas.
Entre outros doces que importa referir, há ovos moles de Aveiro, cuja fórmula e método de produção original se deve às freiras da Ordem dos Carmelitas no século XIX, o pastel de nata (incluindo os famosos pastéis de Belém que nasceram no Mosteiro dos Jerónimos), queijadas de Sintra, conhecidas desde o século XIII, e os agora já célebres travesseiros da Periquita, os pastéis de Tentúgal, queijadinhas de hóstia, as Tigeladas de Abrantes, o pudim Abade de Priscos, quartos de marmelada do Convento de Odivelas, barriga de Freira de Arouca, castanha doce de Arouca, cristas de galo (ou pastéis de Vila Real, pastéis de Toucinho, Viuvinhas), bolo de Dom Rodrigo (ou somente D. Rodrigo), fatias de Tomar (ou fatias da China), lampreia de Portalegre (ou lampreia de amêndoa, lampreia à antiga ou lampreia de Massapão), palha de Abrantes, trouxas de ovos das Caldas, rebuçados de ovos, atribuídos ao Convento de São Bernardo de Portalegre, pau de abóbora (ou abóbora coberta) entre outras especialidades mais ou menos conhecidas. No Algarve, principalmente, são típicos os doces de amêndoa e de figo seco; no Alentejo, a Sericá (ou sericaia), o pão de Rala, os nógados. No arquipélago dos Açores, na ilha da Graciosa são famosas as suas queijadas. De facto, quase todas as localidades têm o seu doce típico. No arquipélago da Madeira, destaca-se o chamado bolo de mel.
Gastronomia portuguesa no mundo
A presença portuguesa no mundo ao longo da história, principalmente durante os Descobrimentos do século XV e nos territórios do império português, influenciou em ambos os sentidos, com os Portugueses a importarem técnicas e novos ingredientes e a deixar também a sua marca em países tão distantes como o Brasil, Índia e Japão.
Da Ásia, onde eram conhecidas pelo nome narang, as laranjas terão chegado à Europa através de Portugal no tempo das cruzadas. Da Índia os Portugueses trouxeram depois laranjas doces, que plantaram ao longo das suas rotas no século XV, dada a sua importância no combate ao escorbuto que afectava os marinheiros. Desde então muitos países nomearem este fruto com o seu nome, como o Búlgaro portokal, Grego portokali (πορτοκάλι), Persa porteghal (پرتقال), e Romeno portocală. Também na língua napolitana da Itália, portogallo ou purtualle, no Turco Portakal, Árabe al-burtuqal (البرتقال), e Georgiano phortokhali (ფორთოხალი).
Para além das especiarias vindas da Ásia, cujo comércio os Portugueses dominaram - como a canela desde então muito presente na doçaria tradicional - a influência oriental na gastronomia portuguesa pode ver-se na tradicional "canja", um caldo de galinha e arroz tradicionalmente utilizado como terapia de convalescentes, que tem o seu paralelo no asiático congee, cujo nome, ingredientes e utilização são idênticos. Também do oriente os Portugueses trouxeram o Chá 2 . Em breve a Europa começou a importar as folhas, com a bebida a tornar-se rapidamente popular, especialmente entre as classes abastadas em França e Países Baixos. O uso do chá, bem como da compota de laranja amarga (orange marmalade) em Inglaterra é atribuído a Catarina de Bragança, princesa portuguesa que casou com Carlos II de Inglaterra cerca de 1650.
Terão igualmente sido os Portugueses a levar a primeira pimenta malagueta do novo mundo para a Índia, através de Espanha, onde é hoje um ingrediente fundamental 3 , baseado na sua forte presença na culinária de Goa, centro da presença portuguesa na Índia.
Os Portugueses deixaram também a sua influência na culinária do Brasil, com variações da feijoada e da caldeirada. E em Goa, com pratos como o vindalho, cujo nome tem origem no tempero tradicional de marinada em vinha d'alhos, e na culinária macaense. O comércio português estendeu-se ao Japão a partir de 1542. A doçaria portuguesa deixou marcas na culinária japonesa, onde introduziu pela primeira vez o açúcar refinado, originando os chamados Kompeito e ainda na adaptação dos fios de ovos e trouxas, que originaram a especialidade japonesa keiran somen (鶏卵素麺), ou "cabelos de anjo"4 Esta receita tornou-se também muito popular na Tailândia com o nome "Kanom Foy Tong". O tradicional "pão de ló" derivou em Nagasaki no bolo Castela (カステラ), Kasutera. A tempura, hábito de fritar alimentos envoltos em polme, foi introduzida no Japão em meados do século XVI por missionários portugueses, sendo inspirada no prato português peixinhos da horta.
Fuente: wikipedia
Clima
Portugal tem um clima mediterrânico, Csa no sul e Csb no norte, de acordo com a classificação climática de Köppen-Geiger.61 Portugal é um dos países europeus mais amenos: a temperatura média anual em Portugal continental varia dos 13°C no interior norte montanhoso até 18°C no sul, na bacia do Guadiana. Os Verões são amenos nas terras altas do norte do país e na região litoral do extremo norte e do centro. O Outono e o Inverno são tipicamente ventosos, chuvosos e frescos, sendo mais frios nos distritos do norte e centro do país, nos quais ocorrem temperaturas negativas durante os meses mais frios. No entanto, nas cidades mais ao sul de Portugal, as temperaturas só muito ocasionalmente descem abaixo dos 0°C, ficando-se pelos 5°C na maioria dos casos.

Normalmente, os meses de Primavera e Verão são ensolarados e as temperaturas são altas durante os meses secos de julho e agosto, podendo ocasionalmente passar dos 40°C em boa parte do país, em dias extremos, e com maior frequência no interior do Alentejo. No Verão as temperaturas podem mesmo subir até aos 50°C como está documentado num estudo climatológico realizado recentemente, por exemplo no Parque Arqueológico do Vale do Côa, no vale do Douro. Em algumas regiões, como nas bacias do Tejo e do Douro, as temperaturas médias anuais podem chegar a atingir os 20°C.

O maior valor da temperatura máxima do ar de 50,5°C foi registada em Riodades, São João da Pesqueira. A precipitação total anual média varia de pouco mais de 3000 mm nas montanhas do norte a menos de 600 mm em zonas do sul do Alentejo. O país tem cerca de 2500–3200 horas de sol por ano, e uma média de 4–6 horas no Inverno e 10–12 horas no Verão, com valores superiores no sudeste e inferiores no noroeste.

A neve ocorre regularmente em quatro distritos no norte do país (Guarda, Bragança, Vila Real e Viseu) e diminui a sua ocorrência em direção ao sul, até se tornar inexistente na maior parte do Algarve. No Inverno, temperaturas inferiores a −10°C e nevões ocorrem com alguma frequência em pontos restritos, tais como a Serra da Estrela, a Serra do Gerês e a Serra de Montesinho, podendo nevar de outubro a maio nestes locais.
Fuente: wikipedia
Segurança
Portugal is a safe country to visit, and some basic common sense will go a long way. There are no internal conflicts, no terrorism-related danger and violent crime is not a serious problem, as it is generally confined to particular neighbourhoods and is rarely a random crime. Also, there is a refreshing lack of boozy stupidity at the weekends, despite the profusion of bars open to all hours in the major cities.

There are, however, some areas of Lisbon and Porto that you might want to avoid, like in any big city, especially at night. Also, you might want to have in mind that pickpockets do tend to target tourists and tourist-frequented areas more frequently. Wear a money belt or keep your documents and money in an inside pocket. Metro and large rail stations, shopping areas, queues and crowded buses are the most usual places for pickpockets. Many are under 18 and take advantage of the non-harsh laws on minors. If you try to run them down, a fight may be necessary to get your items back.
On the subway or on trains try to sit with other people and avoid empty carriages. Non-violent pickpocket is the most common crime so always watch any bags (purses, luggage, shopping bags, etc.) you may have with you. A voice message reminding that is played in most of the metro and train stations.

Since the disappearance of Madeline McCann, many families have become wary of taking their children to Portugal, especially if they are very young. However, as long as they have a basic understanding of stranger danger and you keep them with you at all times, then you have nothing to worry about.
Fuente: wikitravel
Saúde
Major cities are well served with medical and emergency facilities and public hospitals are at European standards. The national emergency number is 112.

Bottled/spring water (água mineral) is recommended as per use but the network's water is perfectly safe.

Citizens of the European Union are covered by Portugal's National Healthcare System as long as they carry the free European Health Insurance Card (EHIC), obtainable from their own national healthcare authority.
Fuente: wikitravel
Telecomunicações e Electricidade
O uso de dispositivos móveis pode ser usado caso tenha o roaming activado, contudo, atenção a encargos muito elevados de roaming.

Internet
O País está bem servido de serviços de internet, existem vários cybers-cafes com conexões de alta velocidade.
No caso de se ter um laptop ou notebook, existem inúmeros cafés que disponibilizam a conexão wi-fi gratuita.

Electricidade
A eletricidade é de 220 Volt 50 Hz e com tomadas para fichas de dois pinos.
Aconselha-se ter um kit de adaptadores para as tomadas.
 


1289 lugares para visitar y dónde ir en: Portugal
Catedral de Evora
Évora
Igreja de Chelas
Lisboa
Chafariz das Cinco Bicas
Caldas da Rainha
Pico do Arieiro
Pico do Arieiro
´´passo´´ da Rua da Ancha - Beja
Beja
Capela de São João Baptista
Entroncamento
Castelo de Abrantes
Abrantes
Núcleo Museológico do Castelo de Castro Marim
Castro Marim
Igreja de Santa Maria de Airães
Felgueiras
Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Evoramonte
Evoramonte
Museu do Carro Eléctrico
Porto
Convento Madre de Deus ( Museu Nacional do Azulejo )
Lisboa
Castelo de Fontalva
Elvas
Igreja da Madalena
Lisboa
Núcleo Antigo da Vila do Corvo
Vila do Corvo
Mosteiro de São Pedro de Ferreira
Paços de Ferreira
2073 Restaurantes dónde comer en: Portugal
Matateu - Petisqueira
Lisboa
Restaurante Cantão
Ponta Delgada
Restaurante-bar Caldeiras
Ribeira Grande
Café Restaurante O Lagarto
Castelo Branco
Restaurante o Amoraria
Lisboa
Chanceller Restaurante
Funchal
Opíparo
Estoril
Restaurante a Tasquinha do Vitinho
Valado Dos Frades
Restaurante Ideal
Cabanas de Tavira
Restaurante e Residencial s. Tiago
Estarreja
Restaurante Cantinho da Serra
Rio Maior
Restaurante California Pizza
Madalena
Restaurante Rosa Alta
Vila do Porto
Restaurante O Barão
Horta
Cervejaria Tendinha
Oeiras
Restaurante O Camponês
Odeleite
262 lugares para beber, divertirse, bailar en: Portugal
BricaBar
Lisboa
The White House Pub
Funchal
Discoteca Griffon’s Baixa
Porto
Skones
Lisboa
Bar Fonte Pipa
Sintra
Le Club
Albufeira
Restaurante Palm Tree Internacional
Cascais
Lounge
Lisboa
Chafariz do Vinho
Lisboa
Mini Eco Bar
Funchal
3d – Dinner, Drinks & Dancing
Alcântara
Cinco Lounge
Lisboa
Club Voyeur
Albufeira
Copos e Cusquices
Porto
River Lounge Bar
Olivais
Bg Bar
Estoril
130 Servicios de apoyo al turismo en: Portugal
Lovely Ria
Aveiro
TAP airlines Portugal
Autocunha Rent-a-car
Ponta Delgada
Intercontinental
Porto
Agência Abreu Faro
Faro
Taxis Santarem - Atlc, Lda.
Santarém
Van Travel
Lisboa
Daytravel
Perafita
Europcar
Faro
Masterent Lda
Faro
Ambity
Linda-a-Velha
Panazórica
Ponta Delgada
Car Travel aluguer De Automóveis Lda
Portimão
Welcome Portugal
Porto
Peregrino
Lisboa
Euro Atlantic Airways
Sintra
225 Dónde comprar en: Portugal
New Game Algarveshopping
Guia
Intermarché Vilar Formoso
Vilar Formoso
Primark Shopping Braga Parque
Braga
Papagaio Sem Penas Forum Algarve
Faro
Continente de Barcelos
Barcelos
Boutique Dos Relógios Plus Norteshopping
Senhora da Hora
Lidl Águeda
Águeda
Zara Forum Montijo
Montijo
Zara Setúbal
Setúbal
Zara Mar Shopping
Matosinhos
Stone by Stone Aeroporto de Lisboa
Lisboa
Stone by Stone Oeiras Parque
Oeiras
Zara Alegro Alfragide
Carnaxide
Stone by Stone Atrium Saldanha
Lisboa
Zara Parque Atlântico
Ponta Delgada
Primark Dolce Vita Tejo
Amadora
78 Clubs y Campos de Golf en: Portugal
Aroeira 1 Golf Club
Charneca De Caparica
Golden Eagle Golf Course
Rio Maior
Estela Golf Club
Póvoa de Varzim
San Lorenzo Golf Course
Almancil
Ribagolf 1 Course
Samora Correia
Cs Álamos Golf Course
Portimão
Vimeiro Golf Course
Torres Vedras
Belas Golf
Belas
Castro Marim Golf Course
Castro Marim
Lisbon Sports Club
Belas
Miramar Golf Club
Arcozelo
Golfe do Bom Sucesso
Óbidos
Oceânico Victoria Golf Course
Vilamoura
Curia Golf Club
Curia
Rilhadas Golf Club
Fafe
Palheiro Golf Course
Funchal
48 Tours y Excursiones en: Portugal
Rota Das Grutas - Algarve Seafaris
Vilamoura
Tour Minho Dia Inteiro
Porto
City Tour de Lisboa e Fatima
Lisboa
Porto de Fado Show Noturno e Jantar
Porto
Lisboa à Noite
Lisboa
O Turismo de Lisboa Estilo Soho em Bugre Elétrico
Lisboa
Lisboa Antiga em Bugre Elétrico
Lisboa
Costa de Estoril e Sintra
Lisboa
Passeio "lisboa Clássica e Sintra"
Lisboa
Santiago de Compostela Dia Inteiro
Porto
Belém, Era de Ouro Dos Descobrimentos, em Buggy Elétrico
Lisboa
Gibraltar
Passeio a Pé - Lisboa Gourmet
Lisboa
Loulé Market
Loulé
Hop on Hop Off em Lisboa
Lisboa
Mini Cruzeiro no Rio Tejo
Lisboa
385 Fiestas, Eventos, Ferias y Mercados en: Portugal
Mecados e feiras de velharia em Almancil
Almancil
Festa em honra de Santo Amaro nas Laginhas, Freguesia de Rio de Moinhos
Sátão
Comemorações do Feriado Municipal a 29 de Agosto
Aljezur
Festa e Romaria do Senhor dos Caminhos nas Rãs, Freguesia de Romãs
Sátão
Nosso Senhor Jesus
Alvor
Festa da Castanha / Magusto
Marmelete
Festa em honra de São Silvestre em Serrazela, Freguesia de Sátão
Sátão
Carnaval de Lagos
Lagos
Feira anual em Ladário, na Freguesia de São Miguel de Vila Boa
Sátão
Feira Anual de Estói
Estói
FIAPE - Feira Internacional de Agricultura e Pecuária de Estremoz
Estremoz
Monforfeira - Festa do Touro
Monforte
Festa de S. Bartolomeu
Guimarães
Páscoa Judaica
Castelo de Vide
Festas populares de São João.
Boliqueime
Feira das Taipas
Guimarães
94 Consulados y Embajadas en: Portugal
Consulado De Espanha
Valença
Embaixada da Colômbia
Lisboa
Embaixada de Cuba
Lisboa
Embaixada De Chipre
Lisboa
Consulado Geral do Brasil no Porto
Sobrado
Embaixada Da República Indonésia
Lisboa
Embaixada Da República Da Moldávia
Lisboa
Consulado de Cabo Verde em Setúbal
Setúbal
Embaixada da República da Coreia
Lisboa
Consulado Geral Da Venezuela
Lisboa
Embaixada da Republica Popular da China
Lisboa
Embaixada Da Suíça
Lisboa
EMBAIXADA DO PERÚ
Lisboa
Embaixada do Uruguai
Lisboa
Embaixada Da Letónia
Lisboa
Consulado do Equador
Porto
 
Comentarios sobre este destino turístico
Maria Helena
2014-11-02 Clima Higiene Compras
Brasil Precio Hospitalidad Excursiones
  Animación Gastronomía Cultura
Opinión general:
Seguridad Transporte    
Gosto muito de Portugal e lindo !!!!!!
Volveré de nuevo Ha estado aquí en: 6/2014
Alvaro Bastinho Pereira
2014-10-17 Clima Higiene Compras
Portugal Precio Hospitalidad Excursiones
  Animación Gastronomía Cultura
Opinión general:
Seguridad Transporte    
Portugal é excelente
Volveré de nuevo Ha estado aquí en: 8/2014
aurelia de freitas
2014-08-12 Clima Higiene Compras
Venezuela Precio Hospitalidad Excursiones
  Animación Gastronomía Cultura
Opinión general:
Seguridad Transporte    
es mi pais e lo amoooooo. el mas hermoso de Europa
Volveré de nuevo Ha estado aquí en: 5/2014
Jose Antonio
2014-04-13 Clima Higiene Compras
Portugal Precio Hospitalidad Excursiones
  Animación Gastronomía Cultura
Opinión general:
Seguridad Transporte    
Volveré de nuevo Ha estado aquí en: 4/2014
Rotas Turisticas
2014-04-13 Clima Higiene Compras
Portugal Precio Hospitalidad Excursiones
  Animación Gastronomía Cultura
Opinión general:
Seguridad Transporte    
Volveré de nuevo Ha estado aquí en: 4/2014
 

  Comentar y evaluar 
Sus comentarios y sus opiniones pueden ayudar mucho a otros turistas. Gracias por su cooperación.

Si has estado en: Portugal
cuéntenos sobre sus experiencias

Haga clic aquí...

Destinos de vacaciones en
Portugal

 

 

Comparta las fotos de sus vacaciones en Portugal

 


Rutas Turísticas ofrece los mejores precios en alquiler de coches.
Haga su reserva.

 

 

Comentarios
2014-11-02: Maria Helena
Gosto muito de Portugal e lindo !!!!!!
Ler tudo
2014-10-17: Alvaro Bastinho Pereira
Portugal é excelente
Ler tudo
2014-08-12: aurelia de freitas
es mi pais e lo amoooooo. el mas hermoso de Europa
Ler tudo

 

169 Videos de:
Portugal
Paisagens e belezas da Ilha de São Miguel


Ribeira Grande Açores - Ilha de São Miguel
2010-07-30

Vistas de Lisboa


Lisboa Lisboa
2010-02-11

Coimbra, cidade dos estudantes


Coimbra Coimbra
2012-05-21

Vila Nova de Milfontes


Vila Nova de Milfontes Beja
2010-06-06

Vila do Porto - capital da Ilha de Santa Maria


Vila do Porto Açores - Ilha de Santa Maria
2010-07-26


9082 Fotos de:
Portugal
 
 
HOME | Quién somos | Política de privacidad | Publicidad | Contactos | Mapa del Sitio